Monday, October 15, 2007

De noite

De noite é o tempo das dúvidas!
Chegam com as trevas, de mansinho, insidiosas.
Não se precipitam. Contudo avançam sem hesitações.
Acendo mais uma luz.
Mudo de posição.
A música que toca não me ocupa.
O livro que leio não me distrai.
Olho pela janela, procurando no céu os restos do dia, os prenúncios do que está para vir.
Sei que a luz ofusca as dúvidas.
Que o sol as afasta para longe.
Mas de noite, elas chegam com as trevas.
Porque de noite é o tempo das dúvidas.

Tento dormir.

21 Flocos de neve

Blogger Claudette Guevara atirou uma bola de neve ...

Maldita, sabes!? Em muitos textos eu me revejo...

E eu continuo a achar que um bom anjo-da-guarda resolvia isto.

2:54 am  
Blogger Claudette Guevara atirou uma bola de neve ...

Maldita, a noite...
Antes que penses que te insultei!

2:56 am  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Fico contente por saber que não era eua maldita!
Quanto aos anjos, não eras tu que estavas a seleccionar os CV?
:-)
Beijos

8:26 am  
Blogger Vicente atirou uma bola de neve ...

àquele tempo mesmo antes de dormir, quando acode ao pensamento a enorme lista do que não se fez e se deveria ter feito, um amigo meu chama "O CORO DOS CREDORES"

11:27 am  
Blogger Maria Papoila atirou uma bola de neve ...

Este teu texto talvez seja a explicação para a minhas noites de insónia, em que acabo por descobrir soluções milagrosas para as tais dúvidas...

11:32 am  
Blogger LB atirou uma bola de neve ...

A noite é boa conselheira, dizem. Ou será o contrário...?

Beijinho

11:40 am  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Vicente
Lista danada, essa.
Beijos

Papoilita
Ao menos descobres soluções! O problema é quando não...
Beijos

11:42 am  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

LB
Não sei. Juro que não sei! É, isso sei, o tempo dos demónios e dos fantasmas...
Beijos

11:42 am  
Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

Espero que arranjes rapidamente forma de passar a dormir melhor.
Se eu soubesse como faço, explicava-te, mas a verdade é que à noite, geralmente, não tenho dúvidas. Só a certeza de que vou adormecer mal pouse a cabeça na almofada.

11:58 am  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Carlota
Dormes o sono dos justos!
:-)
Beijos

12:00 pm  
Blogger magnuspetrus atirou uma bola de neve ...

As noites têm esse condão. E por vezes, no meio da inquietação surge a solução para uma longa eduradoira calma. Aproveita esses momentos.

12:14 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Magnuspetrus
Tentarei aproveitá-los!
Beijos

12:32 pm  
Blogger Melões Melodia atirou uma bola de neve ...

Espero que tenhas dormido bem. Para mim a noite e mesmo para dormir, felizmente. As duvidas nascem com os primeiros raios de sol (ainda que escondido por tras de muitas nuvens).
beijos

1:21 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Melões
Dormi bem, sim.
Beijos

1:31 pm  
Blogger Skyman atirou uma bola de neve ...

A solução parece ser " o sol as afasta para longe". Resolve-se já o problema. Directamente daqui deste areal onde o astro Rei sempre brilha incontrolávelmente, muitos raiozinhos de sol para ti.
bjo

1:32 pm  
Blogger MJ atirou uma bola de neve ...

A mim traz-me ideias, tantas que as vezes nao me deixam dormir. Dúvidas poucas. Recordacoes muitas.
Mas é essa uma das belezas da noite!
Beijinhos

1:35 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Skyman
Agradecida.
Beijos

MJ
Ainda bem!
Beijos

2:39 pm  
Blogger NoKas atirou uma bola de neve ...

Será por à noitinha surgirem dúvidas e fantasmas que as pessoas utilizam a estratégia de esvaziar o cérebro e "estupidificarem" em frente à TV? Confesso que por vezes sabe mesmo bem deixar de pensar.

3:20 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Nokas
É uma sistema!
Beijos

3:29 pm  
Blogger Catarina em Lx atirou uma bola de neve ...

Porque será que de noite a nossa cabeça fica ainda mais activa??? Quando devia parar é quando fervilha... Quando nos devia deixar desligar é quando fica mais atenta a pormenores...

11:20 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Catarina
Sei lá, porque é! Mas é!
Beijos

11:44 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento