Tuesday, January 29, 2008

Carta

O papel tem que ser pautado.
Porque eu não escrevo direito sem linhas e muito menos por linhas tortas.
E, para cúmulo, irrita-me escrever em papel quadriculado.
Tem que ser pautado e com margens.
Preciso de limites, de saber os terrenos que piso, até onde posso ir.
Também não pode ser muito poroso. Como bem sabem todos aqueles que já experimentaram escrever com caneta de tinta permanente nesse tipo de papel.

A caneta, com tinta azul-turquesa, por vezes sépia, tem que escrever grosso. Não gosto de sentir o aparo a raspar no papel. Irrita-me o rec-rec permanente. Concentra-me no aparo e, quando dou conta, dou por mim a carregar na caneta e canso-me. Não! O aparo tem que deslizar, dançar, silenciosamente, libertando as letras, desenhando-as sem esforço nem hesitação.

No fundo é um tango. Uma história de paixão entre o papel e a caneta. Coreografada pela minha mão. Posta em música pelo ritmo enrolado dos "o", pelo som sincopado dos "i", pelo perfil sóbrio dos "p". Entusiasmando-se nas letras de que gosto, como o "s" ou irritando-se nas letras que não aprecio como o "x" ou o "G", assim, maiúsculo, que nunca soube desenhar na escola.

Fico a olhar o aparo a deixar marcas húmidas no papel, que sopro no momento de dobrar a folha, deixo a mão deslizar na tampa da caneta que enrosco em gesto automático enquanto procuro a morada e pego no envelope.

E, para prolongar o gozo da escrita, sublinho, no endereço, Portugal.

12 Flocos de neve

Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

Hmmm... Quem será o(a) feliz destinatário(a)?
:)

3:02 pm  
Blogger Sombras de Fim do Dia atirou uma bola de neve ...

Escrever, para mim, é puro prazer, desenhar as letras para formar sentires é vicio de longa data.

gostei muito, voltarei, se quiser.

3:08 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Carlota
Pura imaginação! Ha séculos que não escrevo uma carta.
Beijos

Sombras do fim do dia
Obrigada pela visita. Volte sempre que quiser.
Beijos

4:10 pm  
Blogger Sinapse atirou uma bola de neve ...

... pois, eu também não ... há séculos que não escrevo uma carta!

4:32 pm  
Blogger pessoana atirou uma bola de neve ...

Há séculos que não escreves uma carta?! Como pode ser, se estava tão real o teu sublinhado em Portugal?
Tens de escrever uma carta!:-)

6:14 pm  
Blogger LB atirou uma bola de neve ...

São saudades, senhor, são saudades!
Mas esses requisitos complicaditos...

Beijinho

6:31 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Sinapse
Mas, às vezes, tenho pena.
Beijos

Pessoana
Pois tenho.
Beijos

LB
Complicados? Complicado estava mudar o link, mas já está feito!
Beijos

8:55 pm  
Blogger Madalena atirou uma bola de neve ...

Tu brincas com as palavras Pitucha e trazes os sentidos todos para a grande brincadeira, para o garnde jogo, que tu, qual Gepetto, crias e ganha vida.... Lindo!!!!! Beijinhos muitos!

12:00 am  
Blogger Sinapse atirou uma bola de neve ...

... eu também!!

12:30 am  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Madalena
Temos que brincar em algum lado.
Beijos

Sinapse
(Queres a minha morada? :-)
Beijos

8:07 am  
Blogger Melões Melodia atirou uma bola de neve ...

Oh - e eu ha seculos que nao escrevo com uma caneta - e o aparo moldado a nossa escrita!
utilizei-a durante todo o secundario e universidade e com tinta sepia!
Ah - saudade!
beijos

5:13 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Melões
Também com tinta sépia? Gosto imenso.
Beijos

4:25 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento