Tuesday, January 29, 2008

Não se pode ter tudo

Por vezes sinto saudades de escrever com caneta de tinta permanente.
("Tinta permanente" tem um ar de estabilidade resistente à história!).

12 Flocos de neve

Blogger 125_azul atirou uma bola de neve ...

Escrevia assim na primária. Mas não é verdade que a tinta seja permanente...um dia chorei ao escrever uma carta e as palavras foram sumindo, esborratadas pelas lágrimas.
Beijinhos

11:38 am  
Blogger Vicente atirou uma bola de neve ...

Tinha um professor que escrevia sempre com lápis. Dizia que a escrita lhe saia mais fluente porque escrevia com mais liberdade. Podia sempre apagar se não gostasse. Com a caneta tinha que riscar, e ficava feito.

12:17 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Azulita
Tens razão! Não é permanente. E obriga a usar bom papel para não esborratar.
Beijos

Vicente
Opções. Eu continuo a preferir tinta permanente. Nunca gostei muito de lápis.
Beijos

12:19 pm  
Blogger Claudette Guevara atirou uma bola de neve ...

Num outro dia, talvez há dois anos, quando estava em Bruxelas, escrevia cartas com caneta e papel. Sabia melhor do que os e-mails e os chats e por aí fora.

Tenho guardadas ainda duas, que não cheguei a enviar, porque com a falta de prática em escrever com caneta, saiu uma "borrada". Ups...

1:27 pm  
Blogger CAP CRÉUS atirou uma bola de neve ...

E eu que tenho canetas de tinta permanente tão antigas lá em casa...também gosto muito.
Dá um ar responsável e "vintage".
Bjos

2:08 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Claudette
Parecem coisas de outros tempos.
Beijos

Cap
São tão giras as canetas antigas.
Beijos

2:17 pm  
Blogger Periférico atirou uma bola de neve ...

Além de que as canetas de tinta permanente são quase sempre objectos estéticos bem interessantes. Ainda me lembro da minha primeira caneta de tinta permanente, uma Waterman pouco ortodoxa branca com que fiz parte do Liceu e que eu achava que me dava estilo e sapiência ;-)!

Beijos

2:17 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Periférica
A minha primeira, da escola primária, partiu-se. Tenho pena. Acho que era Parker. Mas não tenho a certeza
Beijos

2:20 pm  
Blogger Xana atirou uma bola de neve ...

A minha primeira caneta, que começou por ser a tua, era Lamy e ainda existe se bem que muito mal tratadinha pelos meus dentes roedores ;)

2:31 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Xana
Então foi isso!
Beijos

2:33 pm  
Blogger  atirou uma bola de neve ...

As cartas.... são sempre a caneta de tinta permanente!
:)

4:21 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...


Acho que tens razão.
Beijos

4:25 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento