Friday, February 08, 2008

Palavras de que gosto

Têm que ser doze diz a Leonor.
Doze para quem é palavroso, como eu, é redutor. Assustador.
Obriga-me a pensar. A seleccionar.
A medir preferências. Sem referências.
Doze palavras. Soltas. De que goste.
Palavras sem contexto. Sem texto.
Sons, portanto.
E não digo dó, ré, mi, fá, sol, lá si, dó porque não são doze. E porque são mais do que doze. São a música toda.
E a Leonor foi clara: são palavras. São palavras, senhora. Como as rosas, sei que pensa, porque as palavras são como as cerejas e uma puxa outra, num carreirinho de ideias.
Mas estou a divagar!
Ora aí está uma palavra de que gosto.
DIVAGAR.
Para não falar das CEREJAS. Mas aqui não sei se sou objectiva ou se me deixo levar pelo sabor das cerejas. Talvez não. No fundo, adoro queijo e não me passaria pela cabeça dizer que gosto da palavra queijo. Deixa ver: queijo, queijo, não, não me seduz. Agora, PICNIC, ou deverei escrever PIQUENIQUE?, é saltitante, refrescante.
Gosto de PRIMORDIAL, porque acho que é uma palavra cheia, redonda, que acolhe muitos sentidos. Assim com ARCO-ÍRIS, que se projecta em cores. E não falo das flores porque sei que é um engano. São as flores que são belas e chegaram aqui pelas cores, mera associação de ideias. Mas a palavra flores, senhores, é soprada, sibilada e cortada, com um "f" que se recusa a prolongar-se em "fe", assim, felores. Gosto de palavras que se prolongam como TULIPA. Já aqui o disse, aliás.
E vou na meia-dúzia.
A meio do DESAFIO. De que gosto. Gosto daquele gosto de pôr limites aos limites. ACEITO. É uma palavra bonita de generosidade, de confiança. Daquelas que se diz com um sorriso. Sem sorriso, fica uma palavra pequena, sem alma. E sem alma não se aceita. Só se diz, por dizer.
Falei do sorriso ali atrás. Penso. Sim, SORRISO também. Ainda que não consiga distinguir se é da palavra que gosto se é daquele sorriso que recordo. Será dos dois. É dos dois, decido.
E faltam três.
Mas só agora começo, verifico. Porque só agora me lembrei do VERBO. O princípio.
E faltam duas.
Duas palavras que, de evidentes, sei que já estranham não ver por aqui.
SOL. Acertei, não?
E, por fim, CANETA. Para dar forma às palavras.

E resta continuar o encadeamento das palavras de que outros gostam. Magnuspetrus, Madalena, , Laura e Calamity Jane. Quais são as vossas doze palavras?

15 Flocos de neve

Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

Mas que rápida, Pitucha!
Eu não vou conseguir responder antes do fim-de-semana, tenho quase a certeza!
E vou ter que falar muito para que as palavras me soem. Só assim vou saber de quais mais gosto. Queres me ouvir? ;)

10:14 am  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Carlota
Terei todo o prazer em ouvir-te!
Beijos

10:36 am  
Blogger Laura Lara atirou uma bola de neve ...

Já está!
Beijinhos

4:27 pm  
Blogger leonor atirou uma bola de neve ...

Obrigada, Pitucha, e só doze são pouco, de facto :-)

4:39 pm  
Blogger Ana Paula atirou uma bola de neve ...

Gosto das tuas palavras, Pitucha!!!

Bom fim-de-semana! E beijinhos. :)

7:00 pm  
Blogger Sinapse atirou uma bola de neve ...

:)) palavras!

7:13 pm  
Blogger av atirou uma bola de neve ...

Bela brincadeira de palavras, Pitucha. O texto está uma delícia. ("delícia" deve ser a palavra que mais digo, e ainda bem...)
Também já escolhi as minhas.
Beijinhos

9:46 pm  
Blogger Mocho Falante atirou uma bola de neve ...

Está fantástico, adorei este desenrolar de palavras soltas tão bem coladinhas ao sentido

beijocas

11:59 pm  
Blogger Madalena atirou uma bola de neve ...

Meu Deus, como conseguiste!!!!! Acho... (deixa ver se eu acerto na palavra?!)....muitíssimo, melhor: bué difícil... lol... Mas, mesmo assim, obrigada por te teres lembrado de mim! Mil beijinhos

1:23 am  
Blogger MC atirou uma bola de neve ...

Desafio,sempre. Aceito, não. Sol, sempre!
Bjs, da MCM desaparecida em trabalho.

5:07 pm  
Blogger MC atirou uma bola de neve ...

Sustituiria sorrir por rir ( nada como uma boa gargalhada,faz bem á alma e ao corpo) e aceitar por dar (nao sei porquê mas aceitar cheira-me um pouco a resignaçao e dar parece mais de acordo comigo, mas posso estar enganada...)

5:12 pm  
Blogger calamity jane atirou uma bola de neve ...

Em primeiro lugar deixa-me dizer-te que este desafio é MESMO para mim. Não sei pôr links bonitinhos na cx de coments como nas postas mas aqui ficam duas (postas, pois tá claro) que ilustram o que quero dizer:
http://nadacomorealmente.blogspot.com/2007/06/palavras.html
e
http://nadacomorealmente.blogspot.com/2007/06/mais-palavras.html
Infelizmente, não poderei dedicar-me já a este desafio que aceito com enorme prazer e entusiasmo mas tb com algum sentido de responsabilidade: 12 é de facto pouco. Implica reflexão e tenho um trabalh"inh"o urgente a fezer antes. Até 2ª, publicarei as minhas 12...
até jazzzzzzz

6:31 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Laura
Já vi. Obrigada.
Beijos

Leonor
Foi um dasafio giro.
Beijos

Ana Paula
Espero que o teu fim-de-semana tenha sido bom.
Beijos

Sinapse
Pois são.
Beijos

AV
Já fui ver.
Beijos

Mochito
Obrigada.
Beijos

Madalena
Fico à espera das tuas.
Beijos

MCM
Gostei dos teus comentários e espero que apareças brevemente!
Beijos

Calamity
Fico à espera das tuas palavras. Entretanto, já li os teus posts.
Beijos

5:40 pm  
Blogger  atirou uma bola de neve ...

Pitucha! Vem mesmo a calhar! era mesmo o que me apetecia!

5:07 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...


Ainda bem.
Beijos

5:16 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento