Thursday, February 21, 2008

Pois!

Nada como a realidade para nos tornar razoáveis.
Porque o sol permanente só existe no nosso desejo.
Mas, pensando bem, se o sol fosse, de facto, permanente não teria valor algum.
E quem diria que eu ainda agradeceria ao cinzento?
Deve ser isto a maturidade!

8 Flocos de neve

Blogger João atirou uma bola de neve ...

Na fase madura as pessoas e coisas são aquilo que são.

11:17 am  
Blogger pessoana atirou uma bola de neve ...

Não, não! Isso é mesmo é falta de sol!:-)

11:47 am  
Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

És uma mulher cheia de sorte, pois há quem passe pela realidade como se nada fosse. A ti, ao menos, torna-te (ainda mais) sensata.

E o que me ri aqui com o comentário da Ana! :)

3:14 pm  
Blogger LB atirou uma bola de neve ...

É. A fase do "sejamos razoáveis, exijamos o impossível" é capaz de já estar a passar... Claro que me refiro ao sol daqui! ;)

Beijinho

6:07 pm  
Blogger Carraça atirou uma bola de neve ...

Também acho... se fosse sempre tudo solarengo acabaríamos por não dar valor ao SOL da vida!
E também acho que só a maturidade é que nos conduz a este tipo de pensamentos e nos permite aceitar as intempéries!

Bjs

7:19 pm  
Blogger MC atirou uma bola de neve ...

E depois da fases más apreciam-se melhor as boas? Para quando, para quando?
(terra de sol em plena trovoada interior...)

9:56 pm  
Blogger Pitanga Doce! atirou uma bola de neve ...

Tuas palavras são sempre tão precisas! Adorei!

Beijos Doces!

12:55 am  
Blogger av atirou uma bola de neve ...

Toda a razão, Pitucha. Nada como a realidade para nos tornar razoáveis. Mas também nada como o sonho para nos dar o resto, que também é muito preciso...
Um beijinho e bom fim de semana, aí no cinzento (por aqui está igual)

7:44 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento