Thursday, March 13, 2008

Ao sabor da pena

Ao sabor da pena, dá assim aquele ar gostoso de quem passa a língua pelos lábios depois de um mergulho no mar. É um sabor deslizante, sem engulhos, como o leite-creme. Ainda que tenha o açúcar queimado por cima, pois haverá coisa mais deliciosa do que pressentir o doce e saber que se vai colar aos dentes para prolongar a delícia.

Ao sabor da pena, leva-me a tardes ensolaradas a cheirar a maça e a pêssego, a jogar badminton sem preocupações de regras, nem crispações de pontos, só tem que passar a rede, por cima, por cima, repete-se entre gargalhadas.

Ao sabor da pena, traz o cheiro da maresia, quando se abre a janela no final de uma viagem sonhada, sempre repetida e sempre ideal. Quando a baía, ao longe, nos envolve em memórias passadas, que se ambicionam repetir em impossíveis memórias futuras. Quando o presente, no momento de abrir a porta de casa, se desenrola em calor de croissant acabado de cozer.

Ao sabor da pena, são as palavras que se vão escrevendo e lendo, sensações de quem as desenha, com carinho ou com pressa, pequenos recados "volto mais tarde" ou tristes mensagens "não volto mais", notas de vida "bom-dia; espero por ti" ou rascunhos de dúvidas "o que fazemos logo?".

Ao sabor da pena vamos em corrida atrás de ideias curtas e saltitantes, que se espraiam no papel em ritmo de imaginação e se desfazem em fumos coloridos, sem rasto, sem continuação. Ou então, flutuamos em modo de poesia sentido os teus dedos no meu cabelo, entrelaçando os braços em harmonia de sentidos, e deixando que as estrelas nos cubram de pó cintilante.

Deixemo-nos ir ao sabor da pena.

6 Flocos de neve

Blogger calamity jane atirou uma bola de neve ...

... e será que ao sabor do teclado funciona assim tão bem?...
bjs

6:23 pm  
Blogger Madalena atirou uma bola de neve ...

Eu vou, Pitucha! Quem não quer?
Convocaste os sentidos com tanta intensdiade que me deixas mergulhada em cheiros e visões, desejos e outras emoções....que custa deixar. Beijinhos, Pitucha!

12:53 am  
Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

OK. Tu deixaste-te e o resultado está à vista! :)

12:18 pm  
Blogger magnuspetrus atirou uma bola de neve ...

Boa sugestão. Assim farei nestas próximas duas semanas

4:42 pm  
Blogger Ana Paula atirou uma bola de neve ...

E. por vezes, faz tanta falta, irmos assim...ao sabor da pena! Gostei muito de te ler, sentindo essa deliciosa liberdade...

:) Bjs!

8:53 pm  
Blogger LB atirou uma bola de neve ...

E que belo sabor da pena!

Beijinho

6:41 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento