Tuesday, July 22, 2008

Imagem

Não sei porque guardo imagem soltas, sem texto nem contexto, só uma forma, uma cor, um cheiro.
De vez em quando, recordo-a.
Não porque queira. Não saberia fazê-lo.
É ela que se recorda a mim, quando alguma palavra-chave a faz soltar-se das brumas.
Fica suspensa de uma história, de um enredo. Intriga-me.
Ontem, quando virei a última folha de um livro, surgiu-me uma dessas imagens, uma sombra na noite, perdida numa cidade que desconheço qual seja.
Havia um cheiro, fumo seria?, havia humidade, frio talvez.
Não sei que imagem é, não sei onde a fui buscar.
Mas distraiu-me.
Distraiu-me de imagens que quero apagar e que voltam, a galope, quando a vontade se desleixa.
Deixei que essa sombra me fizesse companhia por uns momentos.
Depois, fui arrumar o livro.

3 Flocos de neve

Blogger MRP atirou uma bola de neve ...

buuuuhhhh!

3:38 pm  
Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

Bem, Pitucha, tu é que estás mesmo a precisar de um internamentozito nas Maldivas. ;)

3:44 pm  
Blogger Sinapse atirou uma bola de neve ...

E assim descreveste a forma como recordo certas coisas ... não imagens que não sei onde fui buscar mas sim imagens do passado, geralmente da infância ... De vez em quando, recordo-a. Não porque queira. Não saberia fazê-lo. É ela que se recorda a mim, quando alguma palavra-chave a faz soltar-se das brumas.

:))

5:11 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento