Monday, August 11, 2008

Notícias

Neste lento ritmo de pré-férias, chegam-me da Pátria, notícias difusas.
Rara atenção presto a este esforço informativo de quem pouco tem para informar em época silly.
Até que as vozes se alarmam com esses malandros estrangeiros que vêm para aqui, assaltar.
Acordo do torpor.
Esta necessidade de apontar o estrangeiro como a origem do mal, de assim santificar o nacional, o nosso! E recordo-me de dizer antigo e certeiro dos santos de pau carunchoso.
Eram brasileiros, dizem. Presumo que brancos porque tal não disseram.
Parece (porque não vi) que estiveram em directo nas televisões.
Qual espectáculo moderno de circo romano.
E houve um dedo, de um qualquer imperador, que se virou para baixo.
E houve morte.
Para gáudio dos demais.
(E o que me incomoda é esse elo directo do mal que merece a morte assim se condenando sem leis nem direito. Assim se banalizando a tragédia).

5 Flocos de neve

Blogger NM atirou uma bola de neve ...

Muito bom post...
Deste cantinho assolarado chamado Lisboa, confirmo que tudo assim aconteceu. O gaúdio dos demais, talvez não fosse tão somente a morte. Terá sido o completo espectáculo que avidamente preenche e aguça a curiosidade do ser lusitano. A condenação em praça pública, infelizmente não teve outro remédio. Ou "eles" ou os "outros"... Por aqui foi dito!

http://krigsmjod.blogspot.com

11:30 am  
Blogger NM atirou uma bola de neve ...

De facto... assim foi!
Muito obrigado pela simpatia e retribuo com amizade. Deixe-me que lhe diga que também me conseguiu captar a atenção. Voltarei.
Uma boa semana!
NM

11:45 am  
Blogger Sinapse atirou uma bola de neve ...

Eu não vi nem ouvi, só li ... no dia seguinte ou isso ...
O gáudio voyeur também me incomoda. Sempre me incomodou. Deixei de ver telejornais por causa dessas e doutras ... o gáudio voyeur sendo uma das razões.
De resto ... quanto à morte resultante, não partilho do teu incómodo.

3:01 pm  
Blogger capitão atirou uma bola de neve ...

Cheguei aqui como quem acorda depois de uma viagem. Onde estou?!
Olho em volta e sinto um qualquer desconforto, como um ar frio correndosó de um lado!
Esse NÃO à morte, como se a vida de uma pessoa fosse superior a qualquer valor do colectivo, cheira-me a ignorância.
A História está cheia de conflito e morte e é impossível negar-lhe em algumas circunstâncias utilidade.
Eu não posso concordar mais com o dedo para baixo do Ministro. Quanto ao espectáculo: 8h em directo é loucura.

10:48 am  
Blogger capitão atirou uma bola de neve ...

Obrigado pela visita!
Não quiz ser rude!
Volte sempre!

3:18 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento