Monday, November 17, 2008

Felizmente há mundo virtual

Sempre vamos sabendo de uns e de outros, alimentando a sede de contactos e amachucando a culpa de não termos conseguido os propósitos de guardar contacto.
Mas, depois da excitação da (re)descoberta, não ficará o amargo da distância e do tempo todo em que a vida se viveu por outros caminhos?
Ainda assim, vale a pena.