Friday, January 09, 2009

Ilusão

Ilusão minha a de pretender que algo mude só porque o ano mudou!
Ilusão minha a de achar que as coisas serão diferentes, levadas pelo entusiamo de um novo ano, ainda sem rugas, com o brilho e o cheiro de algo por estrear.
Ilusão minha!
A cada dia, aumenta a minha incompreensão por este continuar tão previsível, a crise cada vez mais habitual, a guerra cada vez mais brutal, a humanidade cada vez mais desumana.
Percebo, enfim, que o problema é meu, nesta recusa de ver no período de festas o simples continuar de tudo o que existe, sem paragens, sem alterações, um inexorável continuar como se o mundo não precisasse de nós.
(Não precisa!)

2 Flocos de neve

Blogger Francis C. Afonso atirou uma bola de neve ...

Bom ano, Pitucha. Para quem chegou de um destino tórrido, revelas demasiada desesperança. Já agora, por falar em esperança, espero que não acredites em tudo o que a nossa amiga te contou. Pena não teres aparecido.

12:08 pm  
Blogger Pitucha atirou uma bola de neve ...

Caríssimo Francis

Nem destinos tórridos, nem inconfidências...
Fica para a próxima.
Beijos

12:25 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento