Wednesday, April 01, 2009

Conto a conto (19)

Dei comigo a rasgar velhas fotografias.
Não era isso que tencionava fazer.
Procurava, aliás, outros papéis.
Em caixas e caixas, hábito meu de tudo guardar sem ordem nem desordem.
Encontrei as fotografias e não reconheci aquela vida.
Vejo que se espanta.
Claro que é uma forma de expressão. Reconheci imediatamente as pessoas e as situações.
Tanto assim que pus as fotografias de lado, viradas para baixo.
Para não as ver, entende.
Porque aquela vida foi minha mas já não é, há tanto tempo que já não é. Confesso que até gostava que nunca tivesse sido, sabe.
Acho que foi por isso que rasguei as fotografias. Um acto de purificação. De rejeição daqueles tempos.
Concordo consigo, rasgar as fotografias não apaga o passado.
Mas lava a alma, acredite. A mim, lavou-me a alma.

1 Flocos de neve

Blogger Carlota atirou uma bola de neve ...

:)
E agora, de alma lavadinha, toca a fotografar!

1:24 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento