Wednesday, July 22, 2009

Pode não parecer...

Mas não sou nada destas coisas de computadores.

Acho úteis, muito mesmo, e uso-as, ponho-as ao meu serviço.

Na minha medida.

Nem um pouquinho mais.

Por vezes é a curiosidade que me leva e, muitas vezes, fico perplexa pelo êxito de certos lugares.

Nunca hei-de compreender o que leva as pessoas a preferirem mandarem flores (ou sorrisos, ou abraços, ou quejandos!) virtuais em vez de aparecerem num contacto directo nem que seja via skype.

Talvez para deixarem em público as suas "lembranças", testemunhos de uma aliança que o tempo foi tornando muito passada.

Admito, não gosto!

Tenho até um prazer pérfido em ignorar essas mensagens.

E agora, se me dão licença, vou até ali apagar a minha página no Facebook.

1 Flocos de neve

Blogger pessoana atirou uma bola de neve ...

Olá, Pitucha! Compreendo o sentimento, eu também não gosto dessas coisas, sinto arrepios na espinha quando me falam do facebook.
Teoria: eu acho que as pessoas que vão às livrarias são assim. Gostam das coisas reais, palpáveis. O que achas tu do Kindle? Também não sei se gosto da ideia de ter livros em formato que não papel...

5:37 pm  

Post a Comment

<< De volta ao cinzento