Friday, February 20, 2009

Sexta, pela graça de Deus

Hoje só tenho tempo para vos desejar um bom fim-de-semana.
Vou tomar um café e desejar que o cinzento se dissipe.

Thursday, February 19, 2009

Televisão

Pela segunda (e talvez última!) vez na minha vida vi um Prós e Contras (à quarta-feira na RPTi).
Admito, a curiosidade foi mais forte depois do que li na blogoesfera.
Não vi tudo, até para manter a minha sanidade mental: convivo mal com arrogância e a má-criação!
Agora vou beber um café e tentar perceber porque é que, para discutir um instituto de direito civil, há sempre convidados da Igreja católica.
Não é nada contra a Igreja católica, pelo contrário, mil vezes o Pe Vaz Pinto a alguns/algumas histéricos/histéricas que por lá havia, mas não tem cabimento.
A discussão limita-se à ordem civil e Portugal é um Estado laico.

Wednesday, February 18, 2009

Contradições

Quando toda a gente diz que o casamento está em crise (e parece que as estatísticas o confirmam) os homossexuais fazem dessa instituição uma questão chave das suas reivindicações.
A minha primeira reacção seria "é lá com eles".
Mas, no fundo, não percebo.
(A não ser como o caso que conheço em que insistiram em casar para, quase de seguida, se separarem)
De facto, tudo isto "é lá com eles"!
(Mas, falando a sério, não é, é com todos nós. Daí as imensas discussões em volta de um assunto demasiado sensível e poucos são os que páram para pensar sobre o que se quer e quais as consequências do que se quer).

Tuesday, February 17, 2009

Constatação

Hoje de manhã, sob a chuva, vim, durante um tempo, atrás de um pedante Mercedes preto que não fez um único pisca.
Imaginem, um carro tão caro e o pisca-pisca vem como opção!
(E a criatura não teve dinheiro para tal, claro...)

Monday, February 16, 2009

Círculo vicioso

Sabem o que me diverte mesmo?
Que um serviço público me mande consultar um segundo serviço público o qual, por sua vez, me manda para o primeiro serviço público.
Oi?
A minha primeira reacção é desistir.
Depois, dou por mim a explicar tudo tintim por tintim, muito explicadinho, a ver se nos entendemos.
(Para onde será que me mandam agora?...)

Inaceitável

O Dubai recusou um visto a uma tenista.
Motivo?
Nacionalidade: israelita.
O que esperam todas as demais tenistas por boicotar o torneio do Dubai?

Ai technorati

Tenho-me desleixado e por isso deixei pendurado um repto.
Imperdoável!
Terei que retomar as minhas visitas ao technorati, para evitar estas situações blogoesfericamente desagradáveis.
Peço desculpa ao JPT e aí vão seis particularidades (publicáveis) minhas:
1. Blogo mas tudo o demais (facebook, twitter...) não me seduz;
2. Sou impaciente, por feitio e defeito;
3. O cinzento deprime-me;
4. O sol anima-me, consequentemente;
5. Não há mal que um bom livro não remedeie;
6. E ler ao sol é, decerto, um pouco do paraíso.
Passo esta corrente à Claudette, à Tekanelas, e à MCM.
Fico-me por aqui porque me parece que já quase todos os bloggers que sigo foram acorrentados.

Memórias

Vinha no carro e tinha, como habitualmente, o rádio ligado.
Sem lhe prestar atenção, também como é costume.
De repente disseste "Lembras-te desta música?"
O carro encheu-se de Leonard Cohen e eu fiquei, até agora, com vontade de ir à procura de um CD que sei que tenho.

Friday, February 13, 2009

À espera

Espero, entre floquinhos de neve.
Calmamente.
Porque hoje é sexta, pela graça de Deus.

Thursday, February 12, 2009

Dia a dia

De manhã, quando saio de casa, vejo sempre na esquina uma mãe e dois filhos.
Eles de mochila às costas.
Todos preparados para o frio.
E à espera.
Imagino que aguardem a carrinha da escola.
Tal como imagino que a senhora seja a mãe que com eles espere o retomar do habitual quotidiano.
Imagino que, depois de entregues os filhos, retome, ela própria a sua rotina, talvez vá de metro para o trabalho, talvez regresse a casa.
Só sei que casa dia que passa é um pouco mais de dia quando os vejo.
Há um pouco mais de luz.

Wednesday, February 11, 2009

Perdeu-se

Perdeu-se sol lindo.
Apesar de frio, ostentava uma acolhedora cor amarela e era muito luminoso.
Foi visto na capital Europeia depois de um dia e uma noite de chuva.
Não era suposto desaparecer à hora do almoço*.
Agradeço a quem o tenha visto que lhe dê ordem de marcha para aqui: a neve só é esperada amanhã.
Obrigada


*Por isso mesmo marquei um almoço para hoje, dia de sol!

Quotidiano

Fui visitar uma amiga ao hospital.
Fui, porque tem que ser.
Porque é isso ser amiga.
Mas para mim é uma luta e uma surpresa.
Os hospitais deprimem-me. Enormemente.
O ar "normal" dos passantes dos corredores (serão visitas?) espanta-me.
Pensando bem, porque haveria de ser diferente?

Tuesday, February 10, 2009

Conto a conto (18)

Tinha palavras.
Montes delas.
Mas não tinha ideias.
Queria usar essas palavras, pôr umas atrás das outras, procurando uma lógica, um sentido, uma forma, uma côr.
Queria escrever sol quente sem provocar incêndios.
Queria contar a chuva sem tudo molhar.
Queria dizer a praia sem areia na toalha.
Queria olhar a lua sem nuvens no horizonte.
Tinha palavras.
Montes delas.
Mas não tinha ideias.

Monday, February 09, 2009

Hoje

Está cinzento lá fora.
Chove.
Está frio.
Ainda por cima é segunda-feira.
....
Bolas!

Friday, February 06, 2009

Sexta, pela graça de Deus

E vamos indo, a caminho da Primavera.
Um dia ela chega!

Thursday, February 05, 2009

Ventos amigos

Por gentileza da Ana, as minha palavras voaram por outras portas.

Wednesday, February 04, 2009

Conto a conto (17)

Era uma menina bem pequenina.
Dessas que nos obriga a olhar sem sabermos se o fazemos por admiração ou por arrepio.
Saltamos dos braços finíssimos para a cintura quase anelar, do pescoço esguio para as pernas frágeis.
Olhamos para a pele muito branca e para os olhos tristes.
Tristes e grandes.
Acho que as meninas pequeninas têm sempre olhos tristes e grandes.
E esses olhos deslizavam pela neve que cobria o jardim à procura de qualquer coisa que não encontravam.
Eu olhava também, assim discretamente.
Estava curiosa admito.
Não que seja muito curiosa.
Mas o que procuraria a menina no manto branco onde não havia nada?
Ela levantou-se e levitou pelo jardim.
Espantados?
Ou acham que é mera liberdade poética?
Eu insisto, ela levitou.
E foi ficando mais pequena.
E mais ainda.
Delicadamente, transformou-se em cristal e adormeceu no manto de neve.

Freeport

Ainda dizem que não quero saber do que se passa na Pátria!
Mas eu sei.
Na Pátria há futebol e freeport.
(Eu disse que sabia).

Tuesday, February 03, 2009

Notícias do vírus

Acho que tenho comigo um vírus brincalhão, irrequieto, daqueles que não se aninha na sua própria maldade.
Este, atira-me com narizes estupidos, espirros e vozes fanhosas para mostrar a sua superioridade e depois descansa.
E deixa-me descansar!
Volta quando me apanha desprevenida, para eu não pensar que é vírus que se deixe abater por dá cá aquele copo de leite com mel...
Encolho os ombros e vou seguindo a minha vida.
Ou achará ele que com espirros e entupimentos me faz encostar às boxes?
(Anda vírus, anda, a ver quem ganha!)

Monday, February 02, 2009

Ao estilo twitter

Neva em Bruxelas!